02 de Março de 2020

Laboratório de Ciências Criminais 2020: inscrições abertas em todo país para projeto de iniciação científica do IBCCRIM

Instituto Brasileiro de Ciências Criminais (IBCCRIM) recebe entre janeiro e março de 2020 inscrições para o Laboratório de Ciências Criminais em diversas cidades do país. O Laboratório integra o Núcleo de Educação do Instituto e volta-se essencialmente à iniciação científica. Podem participar do Laboratório estudantes do curso de Direito e de cursos de Ciências Humanas no geral - desde que completado, no mínimo, o 2º semestre da graduação. O limite para participar é estudantes matriculados até, no máximo, o 9º semestre.

Após o processo seletivo, aprovadas e aprovados deverão, ainda, para participação no curso, se associar ao IBCCRIM. Embora o curso seja gratuito, ele é exclusivo para os associados ao IBCCRIM.

Clique aqui e saiba como funciona o Laboratório de Ciências Criminais.

Clique aqui e veja as cidades que já estão com edital aberto para o Laboratório.


Sobre o Laboratório

Com a participação de renomados pesquisadores e docentes ao redor do país, o objetivo central do Laboratório é, portanto, o amadurecimento intelectual, acadêmico e crítico dos estudantes. Sem uma crítica séria, pautada em pesquisa e dados, que permita uma avaliação da sociedade e dos eventos que nos cercam não há possibilidade de participação democrática e, pois, transformação do status quo.

Por meio de aulas expositivas, dialogadas e interativas, o estudante é estimulado a analisar situações atuais das ciências criminais, a partir da perspectiva das diversas disciplinas. Considerando que se trata de iniciação científica, estimula-se o desenvolvimento de pesquisas temáticas, com acesso a metodologias adequadas, a partir de orientação personalizada de professores da área e confecção de artigo científico com possibilidades de publicação.

Considerando que se trata de iniciação cientifica, estimula-se o desenvolvimento de pesquisas temáticas, com acesso a metodologias adequadas, a partir de orientação personalizada de professores da área e confecção de artigo cientifico com possibilidades de publicação. Sem uma critica séria, pautada em pesquisa e dados, que permita uma avaliação da sociedade e dos eventos que nos cercam não há possibilidade de participação democrática e, pois, transformação do status quo.

O processo seletivo é composto por duas fases: prova escrita online e entrevista com a Coordenação do curso.