Aspectos da Necropolítica Criminal Brasileira EAD
Aulas à distância

Apresentação

A compreensão do sistema de justiça criminal brasileiro pressupõe, necessariamente, uma reflexão sobre raça, gênero e classe. Como as instituições elaboram mecanismos de controle e de extermínio? Quem são os alvos dessas políticas? Como o estado produz mortes? O curso Aspectos da Necropolítica Criminal Brasileira, promovido pelo IBCCRIM, tenta responder a essas questões.

Com seis aulas, o curso analisará de forma multidisciplinar o conceito de necropolítica, formulado por Achille Mbembe, pensando como operam as relações raciais e as políticas atuais de segurança pública no Brasil -- muitas estabelecidas no período colonial e que se mantêm de forma intacta em alguns aspectos e sofisticados em outros.

O curso conta com um corpo docente altamente qualificado e abordará temas como necropolítica, racismo estrutural, pensamento clássico antirracista e anticolonialista, a representação da mulher negra na criminologia, o controle da população negra no período pós-abolição e as mortes simbólicas no Brasil. 

Inscreva-se no curso! 

Local e Data

Aulas on-line – Plataforma EADBOX
13 de Março ao 16 de Maio

Telefone: (11) 3111-1040
Cronograma

Aula 1 | Necropolítica 
Professor: Cleifson Dias 

Aula 2 | O controle da população negra no período pós-abolição: do final do século XIX aos nossos dias
Professora: Terra Johari

Aula 3 | O pensamento clássico antirrac...

Aula 1 | Necropolítica 
Professor: Cleifson Dias 

Aula 2 | O controle da população negra no período pós-abolição: do final do século XIX aos nossos dias
Professora: Terra Johari

Aula 3 | O pensamento clássico antirracista e anticolonialista no mundo ocidental
Professor: Juarez Xavier

Aula 4 | Vidas marginais: A produção da “mulher negra delinquente” na criminologia
Professoras: Dina Alves, Simone Henriquez e Thayná Yaredy

Aula 5 | As mortes simbólicas e o controle de representação da imagem das mulheres negras
Professora: Rosane Borges

Aula 6 | Racismo estrutural e sistema de justiça
Professora: Deise Benedito 


Docentes
Docentes Nacionais
Professor: Cleifson Dias - Doutorando em Direito Público - Especialista em Gestão de Políticas Públicas em Gênero e Raça
Professora: Terra Johari - Advogada, integrante da Comissão da Diversidade Sexual da OAB/SP - Mestra em Antropologia Social pela USP
Professor: Juarez Xavier - Docente no curso de jornalismo e no programa de pós-graduação em Mídia e Tecnologia
Professoras: Dina Alves - Advogada - Coordenadora do Departamento de Justiça
Professora: Rosane Borges - Doutora em Ciências da Comunicação - Professora pesquisadora do Colabor-USP
Professora: Deise Benedito - Especialista em Relações Raciais Gênero/Sistema de Justiça Segurança Publica e Penitenciário - Me
Simone Henrique - Doutoranda e Mestra em Direitos Humanos (USP)
Thayná Yaredy - Mestranda do Programa de Ciências Humanas e Sociais na Universidade Federal do ABC
Docentes Internacionais
Valores
Para mais informações, deslize a tabela para o lado
Inscrever Plano/Categoria Associado Valor Inscrever
Inscreva-se Profissional não associada(o) R$827,00 Inscreva-se
Inscreva-se Profissional associada(o) R$620,00 Inscreva-se
Inscreva-se Estudante não associada(o) R$487,00 Inscreva-se
Inscreva-se Estudante associada(o) R$365,00 Inscreva-se
Associadas e associados do IBCCRIM têm descontos especiais nos cursos promovidos pelo Instituto.
Regulamento
FAQ
Organização
Bolsas

O Departamento de Bolsas do Instituto Brasileiro de Ciências Criminais (IBCCRIM)  lançou pela primeira vez um processo unificado de bolsas de estudos para os cursos de curta duração do 1º semestre de 2020, cursos internacionais em parceria com a Universidade de Coimbra e para o 26º Seminário Internacional de Ciências Criminais. O processo seletivo foi encerrado no final de janeiro.

No total foram oferecidas 80 bolsas, distribuídas entre os curso de curta duração, dois cursos em parceria com a Universidade de Coimbra e 26º Seminário Internacional. 

O edital foi voltado para estudantes de graduação ou pessoas já graduadas que, no ato da inscrição, se autodeclararam pretas, pardas, indígenas ou LGBTQIA+, para pessoas que, comprovadamente, se encontravam em situação de vulnerabilidade econômica, e para advogados(as) que comprovadamente atuam em defesa dos direitos humanos.

As(os) selecionadas(os), divulgados aqui, serão cadastrados automaticamente em nossa plataforma de cursos e receberão usuário e senha de acesso até 5 dias antes do início do curso escolhido.


Assine a nossa newsletter e receba todas as novidades!