RBCCRIM - 140
Fevereiro de 2018
Aproximación al delito de trata de seres humanos en el Código Penal Español

Resumen: Este trabajo estudia el delito de trata de seres humanos del artículo 177 bis CP, tras la reforma penal por LO 1/2015, destacando las principales novedades introducidas en la misma, desde una perspectiva crítica. En este estudio se analiza el tipo básico del delito, atendiendo al bien jurídico, la conducta típica, los sujetos y los medios comisivos típicos y, finalmente, el tipo subjetivo, constituido por las distintas finalidades de explotación. En segundo lugar se abordará la exégesis de los tipos agravados, tratando de fundamentar tal exasperación punitiva. En el análisis dogmático de esta figura delictiva se prestará especial atención a la irrelevancia del consentimiento de la víctima, la punibilidad de los actos preparatorios, la autoría y la participación, los controvertidos problemas concursales, la reincidencia internacional y, finalmente, la excusa absolutoria para la víctima de trata de seres humanos.

Palabras clave: Trata de Personas – Explotación – Captación – Transporte – Traslado – Acogimiento – Recepción– Intimidación – Engaño – Abuso de Superioridad – Necesidad – Vulnerabilidad – Reincidencia.

Abstract: This paper studies the crime of human trafficking of article 177 bis CP, after the criminal reform by LO 1/2015, highlighting the main novelties introduced in it, from a critical perspective. In this study, the basic type of crime is analised, taking into account the juridical good, the typical behavior, the subjects and the typical commissary means and, finally, the subjective type, constituted by the different purposes of exploitation. Second, the exegesis of aggravated types will be addressed, trying to ground such punitive exasperation. In the dogmatic analysis of this criminal figure, special attention will be paid to the irrelevance of the consent of the victim, the punishability of the preparatory acts, authorship and participation, the controversial bankruptcy problems, international recidivism and, finally, the acquittal for the victim of trafficking in human beings.

Keywords: Trafficking in human beings  – Exploitation – Catchment – Transport – Transfer – Placement – Reception – Intimidation – Scam – Abuse of authority  – Need  – Vulnerability  – Recidivism

Data: 17/07/2020
Autora: Antonia Monge Fernández

 


Notas de rodapé

 

Intervenção jurídico-penal na sociedade globalizada: aspectos da responsabilidade penal da pessoa jurídica

Resumo: Este artigo se dedica a compreender, por meio do estudo qualitativo de fatores intrínsecos à globalização financeira, como contribuem para a construção de um contexto social e econômico que se reflete na conjuntura e na composição do sistema jurídico-penal, consolidando-se nas previsões de responsabilidade penal da pessoa jurídica. A análise resulta de pesquisa bibliográfica (descritiva e exploratória) e do estudo dialético entre correntes dogmáticas favoráveis e contrárias a tal implementação, refletindo a atual posição da mentalidade jurídico-penal brasileira e seus avanços quanto à proteção dos bens jurídicos supraindividuais. O artigo pretende produzir um breve diagnóstico a respeito da admissibilidade da implementação e positivação da responsabilidade penal da pessoa jurídica, apresentando questões fundamentais e ressalvas necessárias para a garantia da proteção dos bens jurídicos supraindividuais, sem prejuízo aos bens jurídicos individuais. Assim, adotou hipótese quanto à vantagem de sua adoção pelo ordenamento pátrio ao apresentar-se como instrumento de harmonização dos novos casos de criminalidade corporativa.

Palavras-chave: Avanço jurídico-penal  – Nova criminalidade corporativa  – Bem jurídico supraindividual  – Questões fundamentais  – Responsabilidade penal da pessoa jurídica.

Abstract: This article focuses on the qualitative study of factors intrinsic to the financial globalization, to understand how they contribute to the construction of a social and economic context that reflects itself directly in the conjuncture and in the composition of the criminal-legal system, especially in the predictions of criminal liability of the legal entity. The analysis results from a bibliografic research and from a dialectical study between dogmatic currents favorable to and contrary to such an implementation, reflecting the current position of the Brazilian criminal and legal mentality, and its advances regarding the protection of supra-individual legal rights. The article intends to produce a brief diagnosis about the admissibility of the implementation and positivation of the criminal responsibility of the juridical person, presenting fundamental problems and necessary reservations to guarantee the protection to the supraindividual juridical goods, without prejudice to the individual juridical property. Thus, it adopted a hypothesis as to the advantage of its adoption by the country order, when presenting itself as an instrument for harmonizing new cases of corporate crime.

Keywords: Criminal expansion – New corporate crime – Supraindividual legal good – Fundamental difficulties  – Criminal liability of the legal entity

Data: 17/07/2020
Autor: Helena Costa Rossi

  


Notas de rodapé

 

Lei Maria da Penha: avanços e insuficiências

Resumo: Com dez anos de vigência, a Lei Maria da Penha representou uma verdadeira conquista para o movimento feminista, avançando substancialmente no tratamento jurídico da violência doméstica. No entanto, a lei ainda convive com uma série de obstáculos que impedem sua efetivação plena, principalmente no que diz respeito à escassez de recursos financeiros para implementar as políticas públicas legalmente previstas. Assim, este trabalho tem o propósito de analisar, do ponto de vista jurídico e criminológico, as mudanças positivas trazidas pela lei e suas falhas, apontando possíveis caminhos para aprimorar o tratamento jurídico da violência doméstica.

Palavras-chave: Lei Maria da Penha – Violência doméstica – Criminologia crítica.

Abstract: With ten years of existence, “Maria da Penha” Law has represented an achievement for the feminist movement, advancing on the legal treatment of the domestic violence. However, the law still deals with a lot of obstacles, which compromise its effectiveness, especially related to the financial resources to implement public policies legally established. Thus, this work aims to analyze, from a legal and criminological point of view, the positive changes brought by the law and its failures, proposing possible ways to improve legal treatment of domestic violence.

Keywords: Maria da Penha Law – Domestic violence – Critic criminology.

Data: 17/07/2020
Autor: Victor Sugamosto Romfeld

 


Notas de rodapé

 

Estado y Futuro del Derecho Penal Comparado

Resumen: El derecho penal comparado se encuentra ante nuevos retos, debido a la globalización e internacionalización del derecho, así como a la aparición de nuevas amenazas (terrorismo, criminalidad cibernética). Esta situación permite plantear la siguiente pregunta: ¿puede esta disciplina hacer un aporte significativo para mejorar la seguridad de los ciudadanos? Para responder a este interrogante es necesario realizar algunas precisiones fundamentales, especialmente con relación a los siguientes temas: concepto e historia del derecho penal comparado (al respecto A.); su importancia y funciones (al respecto (B.); sus objetivos, métodos y fundamento normativo (al respecto C.); así como sobre el estado de la investigación y su enseñanza (al respecto D.). El análisis detallado de todos estos aspectos tendría que ser tratado en una monografía particular; por esta razón, las notas al pie del presente trabajo contienen numerosas referencias. Las alternativas y la importancia que el derecho penal comparado puede tener en el futuro (al respecto E.) dependen de la forma como se afronten los retos a los que se ha hecho alusión.

Palabras clave: Derecho (Penal) Comparado (Historia – Objetivos – Métodos – Funciones – Fundamento Normativo) – Comparative Criminal Justice – Comparación Cultural – Internacionalización – Globalización

Abstract: Comparative criminal law is currently facing the new challenges posed by the globalisation and internationalisation of law on the one hand and novel threats such as terrorism and cybercrime on the other. Thus, the question arises whether it is actually possible for comparative criminal law to make a meaningful contribution to improving citizens’ security? Some fundamental issues need to be clarified before this question can be answered: the concept and history of comparative criminal law (see A.), its significance and function (B.), its aims and methods as well as its normative foundation (C.), and the current state of research and teaching in the field (D.). All of these points merit further attention in their own right, and to this end references to additional literature on each topic are provided in the footnotes. The outlook for and future practical significance of comparative criminal law (E.) will depend on how the field responds to the abovementioned challenges.

Keywords: Comparative (Criminal) Law (History  – Objectves – Methods – Functions – Normative Foundation)  – Comparative Criminal Justice  – Cultural Comparison – Internationalisation – Globalisation.

Data: 17/07/2020
Autor: Kai Ambos

 


Notas de rodapé

 

Sobre os critérios jurisprudenciais de identificação da perda de imparcialidade de um magistrado

Resumo: O direito a um tribunal imparcial é um dos mais importantes marcos valorativos do processo penal democrático e ocupa um lugar destacado nas legislações ocidentais em geral. Todavia, apesar dessa consagração legislativa, o direito a um tribunal imparcial depende de um esforço jurisprudencial para a sua realização concreta. A dificuldade maior reside na análise de possível perda de imparcialidade de um magistrado em razão de seu comportamento concreto. O presente estudo tem por objetivo analisar e compreender a diferença dos rumos tomados pela jurisprudência do Tribunal Europeu de direitos humanos e do Supremo Tribunal de Justiça de Portugal em relação à do Supremo Tribunal Federal brasileiro acerca dessa matéria.

Palavras-chave: Processo penal – Imparcialidade  – Fundamentação das decisões  – Jurisprudência – Estudo comparado.

Abstract: The right to a fair trial is one of the most important accomplishment of criminal proceedings in democratic countries and ranks a high position in Occidental law. However despite its legislative reception, the right to a fair trial depends on a judicial effort to its actual implementation. The greatest difficulty lies in the analysis of possible loss of a judge’s impartiality due to his concrete behavior. This study aims to analyze and understand the difference of direction taken on this matter by the precedents of the European Court of human rights and the Supreme Court of Justice of Portugal compared to the Brazilian Supreme Court.

Keywords: Criminal procedure  – Impartiality  – Reasoning in decision making  – Precedents  – Comparative study.

Data: 17/07/2020
Autor: André Szesz

 


Notas de rodapé

 

Quem deve ser o guardião da Constituição?: a salvaguarda das garantias constitucionais- -penais diante do Supremo Tribunal Federal

Resumo: O objetivo do presente artigo é, a partir da discussão sobre os julgados acerca da presunção de inocência, refletir sobre os limites do poder de decisão do STF e a tensão existente entre as garantias consagradas historicamente pela dogmática penal e a pretensão de efetividade das decisões em matéria criminal. Defende-se que o Tribunal Constitucional não detém a última palavra no tocante à interpretação da Constituição, principalmente no que diz respeito à restrição das garantias penais-constitucionais. Por fim, o posicionamento aqui esboçado se desenvolve no sentido de sustentar o papel da crítica acadêmica aos julgados como contrapeso por excelência à atividade pretoriana daquele tribunal.

Palavras-chave: Garantias constitucionais  – Estado de Direito – Direito penal constitucional – Supremo Tribunal Federal – Jurisprudência.

Abstract: This article aims to discuss the judgments on the presumption of innocence, to reflect on the limits of the power of the Supreme Court concerning its decision’s making and the measure of the guarantees consecrated historically by criminal dogmatics and pretension of effectiveness. It is argued that the Constitutional Court does not have the final word regarding the interpretation of the Constitution. This is true with regard to the restriction of criminal-constitutional guarantees. Finally, it will be sustained that the role of academic critique to those judged is a counterweight par excellence to the praetorian activity of that court.

Keywords: Constitutional guarantees  – Rule of law – Constitutional criminal law – Supremo Tribunal Federal – Case law.

Data: 17/07/2020
Autores: Douglas Carvalho Ribeiro, Victor Cezar Rodrigues da Silva Costa e Marcelo Andrade Cattoni de Oliveira

 


Notas de rodapé

 

O olhar cruzado entre a busca pela verdade e a imparcialidade do juiz no cenário luso-brasileiro

Resumo: O texto que segue sugere uma explicação sobre a busca pela verdade em confronto com a imparcialidade do juiz no processo penal. Nesse caso, expõe-se uma crítica ao modo como se apresenta o problema da imparcialidade do magistrado ligada por uma visão de quebra na interpretação quanto à estrutura acusatória do processo penal, esquecendo-se, em verdade, que o que se deve é fortalecer o controle da investidura do juiz, utilizando-se de outros institutos necessários para a efetivação da garantia judiciária e confiança coletiva e individual nas decisões prolatadas pelo juiz penal. Razão de se trazer alguns exemplos de como se confrontar a busca da verdade junto da imparcialidade do juiz atribuindo-se outros mecanismos, como é o caso da divisão entre juízes de instrução e julgamento ocorrido em alguns países da Europa Continental e, especificamente, na legislação portuguesa.

Palavras-chave: Juiz penal  – Sistema processual  – Garantia judiciária  – Busca da verdade, imparcialidade e confiança nas decisões.

Abstract: This paper suggests an explanation of the search for truth in conflict with the impartiality of the judge in criminal procedure. In this case, it exposes a critical as they study the problem of the impartiality of the judge only by the sight of a possible break in interpretation as accusatory (adversarial) system of criminal procedure, forgetting to strengthen the control of the judge’s investiture, using from other means for effective judicial guarantee and the notion of individual and collective confidence in the decisions handed down by the criminal court. Reason to bring some examples of how to confront the search for truth with the judge’s impartiality use of other means, such as the division between investigating judges and trial in some countries of continental Europe and, specifically, in the Portuguese criminal law.

Keywords: Criminal justice – Procedural system – Judicial guarantee  – Search for truth, fairness and confidence in decisions.

Data: 17/07/2020
Autor: Dyellber Fernando de Oliveira Araújo

 


Notas de rodapé

 

WhatsApp, sigilo de dados e prova ilícita: para dizer o óbvio

Resumo: O artigo aborda questões pertinentes ao acesso às informações contidas no aplicativo WhatsApp, em relação às garantias constitucionais da privacidade e da intimidade, bem como da vedação à utilização de provas ilícitas. Utiliza como norte de pesquisa a decisão proferida pelo Superior Tribunal de Justiça no HC 51.531/RO, em que a 6º Turma da Corte discutiu a ilicitude de provas provenientes da devassa de dados no aplicativo de mensagens. O estudo apresenta como problemas de pesquisa e hipóteses a possibilidade de a autoridade policial determinar ou não, sem autorização judicial, a devassa de dados no aplicativo de mensagens, e se essa prova, se assim realizada, deverá ou não ser avalizada pelo Poder Judiciário. Para responder às questões abordadas, o texto utiliza-se da metodologia hipotético-dedutiva e tem como técnica de pesquisa a bibliográfica-exploratória, realizada em textos jurídicos, artigos científicos e principalmente na jurisprudência do Superior Tribunal de Justiça. A abordagem da pesquisa justifica-se acadêmica e socialmente por tratar de temática atual e trazer ao debate a questão que envolve direitos fundamentais, produção de provas no plano processual penal e o aplicativo de mensagens WhatsApp.

Palavras-chave: WhatsApp  – Sigilo de dados – Privacidade e intimidade – Prova ilícita – Autorização judicial.

Abstract: The article addresses issues pertaining to access to the information contained in the WhatsApp application, in relation to the constitutional guarantees of privacy and intimacy, and the prohibition of the use of unlawful evidence. It uses as a research center the decision pronounced by the Superior Court of Justice in HC 51.531/RO, in which the 6th Group of the Court discussed the unlawfulness of evidence from the inquest of data in the message application. The study presents as research problems and hypotheses the possibility for the police authority to determine, without judicial authorization, the inquest of data in the messaging application, and whether such evidence, if so carried out, should be endorsed by the Judiciary. To answer the questions addressed, the text uses the hypothetical-deductive methodology, and has as research technique the bibliographicexploratory, carried out in legal texts, scientific articles and mainly in the jurisprudence of the Superior Court of Justice. The approach to research is justified academically and socially by addressing current issues and bringing to the debate the issue involving fundamental rights, production of evidence in the criminal procedural plane and the WhatsApp messaging application.

Keywords: WhatsApp  – Data confidentiality  – Privacy and intimacy  – Unlawful evidence  – Judicial authorization.

Data: 17/07/2020
Autor: Fábio Agne Fayet e Andersson Vieira Carvalho

 


Notas de rodapé

 

O capitalismo do espetáculo e o processo de desintegração social: anomia e o mal-estar do sistema penal

Resumo: Este trabalho analisa, sob o viés sociológico e da criminologia crítica, a tendência de se utilizar do sistema penal e sua tecnologia atuarial para enfrentar a conflituosidade decorrente da desintegração social, provocada, em grande parte, pela globalização financeira e seus processos anômicos. Ou seja, procura questionar o uso do Direito penal para compensar a fragilização das normas sociais e a falta de orientação do indivíduo moral (anomia), que, sob orientação político-criminal expressiva, coisifica as pessoas na busca de segurança. Forja-se uma prática reificante, que se especializa em negar o reconhecimento elementar às pessoas infratoras, focalizadas como meras fontes de risco.

Palavras-chave: Capitalismo do espetáculo  – Anomia – Atuarismo criminológico – Criminologia do reconhecimento – Reificação.

Abstract: This paper analyzes, under the sociological and critical criminology bias, the tendency to use the penal system and its actuarial technology to deal with the conflict arising from social disintegration, caused, in large part, by financial globalization and its anomic processes. That is, it tries to challenge the misuse of criminal law to compensate the weakening of social norms and the lack of guidance of the moral individual (anomie), who, under the influence of an expressive criminal policy, makes people want to seek safety. A reifying practice is forged, which specializes in denying elemental recognition to offenders, focused as mere sources of risk.

Keywords: Capitalism of the spectacle  – Anomie – Critical actuarism – Criminology of recognition – Reification.

Data: 17/07/2020
Autor: José Francisco Dias da Costa Lyra

 


Notas de rodapé

 

O “anjo da história” e o expansionismo penal: rumo a um modelo totalitário?

Resumo: O fenômeno expansionista vivenciado pelo Direito Penal, orientado pela busca por uma maior “eficiência” na “prevenção” e no “combate” às novas formas assumidas pela criminalidade na contemporaneidade, assenta-se na ideia de que se faz necessária a flexibilização e/ou supressão de garantias, consideradas como “entraves” à consecução desses objetivos. Considerando esse contexto e partindo de uma concepção de história pendular (caracterizada por períodos de avanços e retrocessos) e não linear (ideia de tempo histórico evolutivo e progressista), o presente artigo orienta-se pelo seguinte problema: a partir da análise de algumas características do processo de expansão punitiva na contemporaneidade, é possível afirmar que elas se coadunam com um modelo de Estado totalitário (de exceção), conforme o modelo descrito na parte final da obra Punição e estrutura social, de Rusche e Kirchheimer (1938)? O texto encontra-se estruturado em duas seções: primeiramente, são apresentadas as características apontadas pelos referidos autores no que se refere às políticas penais sob os regimes fascistas; na sequência, essas características são cotejadas com as tendências que têm sido observadas como características do fenômeno do expansionismo penal. Para a concretização da pesquisa, o método de abordagem empregado foi o fenomenológico.

Palavras-chave: Direito Penal  – Expansão  – Punitivismo – Estado Democrático de Direito.

Abstract: The expansionist phenomenon experienced by the Criminal Law, guided by the search for a greater “efficiency” in “prevention” and “combat” to the new forms assumed by contemporary criminality, is based on the idea that it becomes necessary the flexibilization and/or suppression of guarantees, considered as “obstacles” to the achievement of these objectives. Considering this context and starting from a conception of pendular history (characterized by periods of advances and setbacks) and nonlinear (idea of evolutionary and progressive historical time), the present article is guided by the following problem: from the analysis of some characteristics of the process of punitive expansion in contemporaneity, is it possible to affirm that they fit in with a model of totalitarian state (of exception), according to the model described in the final part of Rusche and Kirchheimer’s (1938) Punishment and Social Structure? The text is structured in two sections: firstly, the characteristics pointed out by the aforementioned authors with regard to criminal policies under the fascist regimes are presented; in the sequence, these characteristics are compared with the tendencies that have been observed as characteristics of the phenomenon of the criminal expansionism. For the realization of the research, the method of approach employed was phenomenological.

Keywords: Criminal Law  – Expansion  – Punitivism – Democratic State ruled by law.

Data: 17/07/2020
Autor: Maiquel Ângelo Dezordi Wermuth

 


Notas de rodapé